Introdução

Caso não saiba ou queira entender melhor o que é um fundo de investimento, leia o artigo Tipos de Investimentos.

Quando acessamos a corretora e listamos os fundos disponíveis para investimentos percebemos que existem uma série de dados.

É importante entender o que esses dados representam para estarmos plenamente cientes da nossa decisão.

Existem diversos bancos e corretoras que podemos utilizar para acessar esses fundos de investimento. Por uma questão didática, optamos pela XP que é uma das maiores empresas de investimentos do país e possui uma boa variedade em fundos de investimento.

Lista de Fundos

Ao listar os fundos (326) perceba que já temos uma série de dados (12 ao total).

Classificação de Risco

Do lado esquerdo da imagem temos uma classificação de risco gradativa, azul menor risco e vermelho maior risco.

Apesar de na imagem de exemplo não termos fundos de renda fixa, estes também podem ter cores que vão do azul ao vermelho. O que deixa bem claro que não é por ser de renda fixa que o fundo é de baixo risco. Temos fundos de alto risco na renda fixa também.

Nome do Fundo

O nome do fundo normalmente já deixa claro quem é o gestor e a natureza desse fundo. No entanto, para não haver dúvidas, perceba que abaixo do nome temos o informativo da natureza do fundo, se é de renda fixa, multimercado, ações, …

Classificação Morningstar

Em seguida temos a classificação Morningstar. Trata-se de uma multinacional americana que classifica os fundos com estrelas (até 5 estrelas), quanto maior melhor.

Os fundos para serem classificados precisam ter pelo menos 36 meses de histórico. A nota leva em consideração aquilo que penaliza o investidor (como as taxas), o risco vs performance e a volatilidade, para citar alguns.

Aplicação Mínima

A aplicação mínima, é o valor mínimo que você deve dispor para poder entrar no fundo.

Veja que existem fundos onde é possível entrar com valores a partir de R$ 1.000,00. No entanto, encontramos fundos que exigem pelo menos R$ 50.000,00 para que você possa ser cotista.

Taxa Administrativa

A taxa administrativa (% a.a.) é aplicada sobre todo o patrimônio e não apenas sobre o lucro. Quanto maior, mais o investidor paga pela gestão do seu patrimônio.

Cotização de Resgate

Quando você aplica em um fundo de investimento o seu dinheiro se transforma em cotas (que representa uma fração do fundo). A partir daí o que você está acompanhando é a valorização ou desvalorização das suas cotas.

A cotização de resgate indica quanto tempo demora para que as suas cotas no fundo se transformem em dinheiro. Fique atento porque esses dias podem ser úteis ou corridos de acordo com o regulamento do fundo.

Veja que em alguns fundos é D+0, o D significa o dia em que você executou a ordem. Caso a sua ordem seja de resgate, D+0 significa que no mesmo dia em que a ordem foi executada as cotas serão transformadas em dinheiro.

Já em outros fundos do nosso exemplo temos D+30. Significa que se você executar uma ordem de resgate hoje, somente daqui 30 dias (úteis ou corridos, atento à descrição) as suas cotas serão convertidas em dinheiro.

Suas cotas terem sido transformadas em dinheiro não quer dizer que você já pode transferir para sua conta corrente.

Liquidação de Resgate

Você deve ficar atento à liquidação de resgate que indica quando você poderá efetivamente resgatar o dinheiro. D+1 significa que somente 1 dia depois que as cotas forem transformadas em dinheiro é que você poderá resgatá-lo para sua conta corrente ou fazer novo investimento com ele.

Portanto, o dinheiro só estará disponível depois que ocorrer o prazo da cotização de resgate + liquidação de resgate.

Rentabilidade

Em seguida temos a rentabilidade apresentada em:

  • % ao mês: qual o rendimento no último mês, neste caso, maio/2019;
  • % ao ano: qual o rendimento no ano corrente, neste caso, de janeiro/2019 a maio/2019 (5 meses);
  • % 12 meses: qual o rendimento dos últimos 12 meses.

Disponibilidade

E por último temos a informação se o fundo está aberto ou não para captação de recursos. Observe que alguns fundos estão com um cadeado, ou seja, no momento não é possível investir nesses fundos. Fundos podem permanecer fechados por tempo indeterminado.

Características do Fundo

Ao clicar no fundo temos mais informações, como as características do fundo selecionado:

Temos o início do fundo, que mostra que o fundo já tem 9 anos de existência.

Patrimônio Líquido (PL)

O patrimônio líquido de mais de 211 milhões de reais (soma de todas as cotas) e um patrimônio líquido médio de 12 meses (PL médio) de mais de 234 milhões de reais. O que demonstra que o patrimônio tem se mantido estável.

Objetivo

Além disso temos uma descrição contendo o objetivo do fundo que mostra que seu benchmark é baseado no CDI. Significa que o objetivo é performar acima do CDI.

O público ao qual se destina o fundo, neste caso ele é geral.

Política de Gestão

A política de gestão é de suma importância para entender em que tipos de ativo o fundo investe.

Observe que o fundo aplica em renda variável em posições compradas e vendidas, ou seja, também investe apostando na queda. As decisões de compra/venda são feitas baseadas em análise fundamentalista e que aplicação em renda fixa só é feita para manter o caixa de investimento.

Ao final podemos baixar vários arquivos relacionados ao fundo em questão, como informações complementares, regulamento, a lâmina que é um resumo dos resultados do fundo e o material de divulgação normalmente utilizado para mala direta ou propaganda.

Informações Complementares

Aqui temos algumas informações que até então não estavam visíveis na lista, mas que não deixam de ser importantes na análise.

Movimentação Mínima

Representa o valor mínimo que você pode movimentar no fundo, seja para novas aplicações ou resgates parciais.

Isso quer dizer que depois que você entrou no fundo você não pode fazer um depósito de R$ 300,00 ou tentar resgatar R$ 400,00, por exemplo. O mínimo quando for movimentar recursos nesse fundo é de R$ 500,00.

Saldo de Permanência

O saldo de permanência no fundo quer dizer que depois que você entrou no fundo o saldo não pode ficar inferior a esse valor.

Nesse exemplo a entrada mínima foi de R$ 10.000,00, você poderá realizar saques mínimos de R$ 500,00 (movimentação mínima), mas quando o saldo chegar a R$ 1.000,00 você não poderá mais fazer saques ou terá que resgatar todo o saldo do fundo e encerrar a sua participação.

Taxa de Performance

Representa um prêmio a ser pago ao gestor do fundo.

A taxa de performance é cobrada do cotista como um prêmio ao gestor do fundo quando a sua rentabilidade supera a de seu benchmark, neste caso o CDI.

Isso quer dizer que quando a rentabilidade superar o CDI, 20% dessa rentabilidade extra (o que rendeu acima do CDI) será do gestor, os 80% do que rendeu acima do CDI será do cotista.

Por exemplo, se o CDI no ano foi de 6,5% e o fundo rendeu 8%, então o gestor ficará com 20% dessa rentabilidade extra de 1,5%., ou seja, 0,3% são do gestor e 1,2% são do cotista.

Aplicação em D+?

Indica quantos dias são necessários para que o seu dinheiro se transforme em cotas do fundo.

Aplicação em D+0, quer dizer que o seu dinheiro investido é transformado em cotas no mesmo dia em que a ordem de investimento foi realizada.

Quanto mais cedo seu dinheiro virar cotas melhor, porque só então ele começará a rentabilizar.

Horário para Aplicação/Resgate

Indica o horário limite para executar ordens de aplicação ou resgate com validade para o dia.

Horário para aplicação e resgate 14:30, quer dizer que as ordens somente serão executadas no dia se forem realizadas até às 14:30, após esse horário as ordens serão executadas no dia útil seguinte.

Classificação Anbid

A classificação ANBIMA apresenta a natureza do fundo, tipo de gestão e a estratégia de investimento utilizada.

Essa classificação agrupa os fundos de investimentos que possuem características similares. Isso facilita a comparação de performance e auxilia o processo de decisão de investimento.

Recomendamos a leitura da cartilha da ANBIMA para entender melhor essa classificação.

Taxa Máxima de Administração

A taxa máxima de administração indica que o fundo pode alterar a sua taxa administrativa até o limite de 2,5% a.a.

Gestor

É o profissional (pessoa física ou jurídica) responsável pelos investimentos realizados pelo fundo.

Administrador

É a instituição que constitui o fundo e aprova o seu regulamento. Executa serviços relacionados ao funcionamento e à manutenção do fundo, como atividades de tesouraria, escrituração, distribuição de cotas, custódia, dentre outros.

E agora?

Em nosso próximo artigo vamos ver como analisar e comparar os fundos de investimento utilizando alguns indicadores técnicos.


João Paulo Delgado Preti

Doutor pela Escola Politécnica da USP, possui mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é professor associado do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso e presta consultoria em desenvolvimento de software.

1 comentário

Willa Tjarks · 10 de Março, 2020 às 3:33

Thanks for excellent info I was looking for this information for my mission.

Os comentários estão fechados.